segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

Comportamento e Personalidade


Pequenas e grandes diferenças!


Todas as pessoas deveriam saber as diferenças básicas entre comportamento e personalidade.

Muitas vezes julgamos precipitadamente uma pessoa em virtude de um comportamento que ela manifesta. Por exemplo: uma mulher na fila do banco após aguardar 10 minutos para passar na porta giratória grita para o segurnaça - "Você devia aprender a trabalhar!" O segurança sem entender nada, fica calado, mas por dentro pensa: - "Que mulher louca!"

Será que esta mulher é mesmo louca ou ela manifestou apenas uma reação, um comportamento exaltado?

Para sabermos qual das duas hipóteses está correta precisaríamos conhecer a pessoa mais detidamente. De qualquer forma, naquela hora na porta do banco o segurança estava apenas diante de um comportamento.

Para que não tomemos a parte pelo todo, ou seja, para que não julguemos uma pessoa que "perdeu o controle" como alguém que "é descontrolada" precisamos saber diferenciar as reações momentaneas daquilo que pode ser considerado permanente nas pessoas.

O texto a seguir apresenta uma pequena amostra dessas diferenças. Para um maior detalhamento rccorra à referência bibliográfica mencionada.

Comportamento e Personalidade


O que é Comportamento?

Maneira de se comportar; procedimento, conduta. Atitudes e reações do indivíduo em face do meio social.
Os comportamentos podem ser entendidos como reações singulares diante de uma situação.
Comportamento é a exteriorização da personalidade.

O que é Personalidade?

Personalidade pode ser entendida como um padrão singular de pensamentos, sentimentos e valores de um indivíduo que persistem ao longo do tempo e das situações.
O elemento estável da vida psíquica de uma pessoa; sua maneira habitual de ser; aquilo que a distingue de outra.
Organização constituída por todas as características cognitivas, afetivas, volitivas e físicas de um indivíduo.


Dessa forma:

A personalidade é geradora de comportamentos,
A personalidade tende a se manter estável ao longo da vida, ou seja, aquilo que somos possivelmente seremos até o final de nossas vidas,
A personalidade resulta da interação do indivíduo – suas características herdadas – com o meio circundante,
Alguns teóricos admitem que a infância seja um período decisivo na formação da personalidade e que as características formadas nesse período dificilmente se alteram. Outros pensam que a personalidade vai se constituindo durante toda a vida num processo incessante,
A personalidade de cada indivíduo é absolutamente singular e tem uma dinâmica que lhe é própria,
Podemos ter comportamentos isolados que entrem em choque com o todo de nossa personalidade.
O conhecimento da personalidade de alguém pode se dar tanto de uma forma empírica como científica.


Referência:

CLONINGER, S.C. Teorias da Personalidade. São Paulo: Martins Fontes, 1999.

2 comentários:

Luzia disse...

Oi professora querida: Até que enfim consegui fazer contato no seu blog, você conhece a minha habilidade. Estamos morrendo de saudades daquelas aulas espetaculares, de onde saíamos soltando fumaça do cérebro.Tive o privilégio de ser sua aluna em Diversidade. Te adoro - beijinhos - Luzia

Profª Dra. Rosalice Lopes disse...



Que alegria receber notícias suas.
Também tenho muitas saudades de vocês.
Bem parece que recebi um elogio de sua parte quantos às aulas.
Obrigado.

bjk